Lewandowiski disse nos EUA que Judiciário promove 'revolução' no País


O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) disse ontem em Washington, que as investigações dos casos de corrupção no Brasil são uma "revolução", porque "o Judiciário está cuidando dos escândalos". Ele ressaltou a "absoluta" independência dos juízes brasileiros, afirmando que as investigações envolvendo a Petrobras, na Operação Lava Jato, "tem sido muito bem conduzidas".

Comentários