Caos nas ruas do Minha Casa, Minha Vida após chuvas


Carlos Alberto - moderador e proprietário do blog

As chuvas que caem em nossa cidade é para todos uma grande dádiva da natureza e nos traz grandes esperança de tempos melhores principalmente para todos aqueles que tiram da terra o seu sustento mas que para tanto, dependem das chuvas.

Mas, no outro lado da história, há pessoas que com a chegada das chuvas passam a viver um outro drama. São os moradores do conjunto habitacional do Minha Casa, Minha Vida, localizado no loteamento Nova Esperança, zona urbana de Senador Elói de Souza.

Aquele pequeno complexo de moradias populares foi construído, ao meu ver, em um local totalmente equivocado do ponto de vista geográfico, pois no local onde foram construídas algumas casas, há um riacho que em períodos de chuvas enche e acaba se transformando num problemão para os moradores daquele local.

Sem nenhuma infraestrutura de escoamento adequado de água e pavimentação das ruas, a lama e os buracos formam um conjunto de dificuldades tanto para os moradores quanto para quem necessita ir aquele local, uma vez que além dos inúmeros poços de água formados pelas chuvas, o terreno é escorregadio e isto potencializa os riscos de alguém se acidentar.

Tudo isto sem falar na situação que os moradores são remetidos quando precisam se deslocar de suas residências para escolas, trabalhos, atendimento médico entre outras e, necessitam levar um calçado, ou lavar os pés para poder seguir dignamente para o seu destino. É constrangedor!

É óbvio que isto não é uma resolução rápida, no entanto, é preciso que seja dado início a um plano de ação para que no futuro essa situação venha ser corrigida e dar aquelas pessoas a dignidade de viver em suas residências sem os constrangimentos gerados por falta de infraestrutura. Acredito que ainda no governo Grimalde Ferreira veremos alguma ação feita nesta direção.

Comentários