MPT diz que greve é legítima

Sobre a greve desta sexta-feira (28), o procurador-Geral do Trabalho, Ronaldo Fleury, divulgou uma nota afirmando que a greve "é um direito fundamental assegurado pela Constituição" e a participação dos trabalhadores nos atos marcados para amanhã (28), contra as reformas trabalhistas e previdenciária, é legítima e garantida por regras internacionais.

O Ministério Público do Trabalho (MPT), também divulgou uma nota nesta quinta-feira (27) dizendo que o direito a greve está previsto por tratados Internacionais de direitos humanos ratificados pelo Brasil.

Comentários