Odebrecht acusa MP de crueldade

Preso desde o meado do mês de junho/2015, pela PF na Operação Lava Jato, Marcelo Odebrecht, afirmou a Justiça nesta sexta-feira  (30), que a força-tarefa da Operação Lava Jato "distorceu fatos" com o objetivo "ilegal" e "cruel" de sujeita-lo à prisão preventiva. Tal iniciativa foi entregue por Odebrecht ao juiz Federal,  Sérgio Moro,  antes de ser interrogado.

Comentários